Culinária japonesa combina muito bem com verão

COMPARTILHE
Culinária japonesa combina muito bem com verão
Saiba porque a culinária japonesa combina muito bem com verão!

Em dias de temperaturas altas no verão, normalmente, ninguém tem muita fome e se prioriza a busca por refeições frias e mais leves. Em função disto, a culinária japonesa pode combinar muito bem com a estação mais quente do ano.

Isso acontece porque inúmeros pratos não são conduzidos ao fogo, como, por exemplo, os sushis, os sashimis, entre outros. Estas são opções mais fresquinhas e que auxiliam a deixar a temperatura do corpo humano equilibrada.

Além de bastante leve, por quase não contar com temperos, oportunizando que o gosto do alimento seja sentido facilmente, a culinária japonesa também é extremamente saudável. Sendo esta uma das principais causas para a longevidade dos japoneses!

Caso você nunca tenha experimentado a comida oriental, esta época do ano é ideal para fazer as suas primeiras tentativas e se familiarizar com as maravilhas do outro lado do mundo.

Ainda não está convencido (a)? Então, conheça alguns dos principais itens desta gastronomia e as suas vantagens para o organismo:

Benefícios da culinária japonesa para a saúde

1 – Peixes

Peixes são uma ótima fonte de ômega 3, um tipo de gordura excelente que auxilia na purificação dos vasos sanguíneos.

2 – Cogumelos

Os cogumelos aumentam a saciedade, ou seja, fazem com que você diminua a compulsão e a vontade de comer em curtos espaços de tempo.

3 – Wasabi

Este elemento acelera o seu metabolismo, uma vez que é um alimento termogênico e ajuda no funcionamento do sistema digestivo.

4 – Gergelim

É muito útil para impedir a prisão de ventre e a incidência de enfermidades cardiovasculares.

5 – Tofu

O tofu equilibra a quantia de hormônio estrogênio no corpo.

6 – Algas

Uma das iguarias da culinária japonesa, as algas diminuem em até 75% a absorção de gordura pelo organismo.

7 – Gengibre

Este alimento conta com efeito desintoxicante.

8 – Pepino

Por fim, o auxilia na prevenção e diluição de cálculos renais.

COMPARTILHE